Município do Vale do Mucuri registra segundo homicídio em menos de 48 horas

0

Pode parecer notícia repetida, mas infelizmente não é. A Polícia Militar registrou na noite dessa sexta-feira (05/04/2019) mais um homicídio em Pavão, no Vale do Mucuri, e a motivação foi uma briga por causa de cachorro. Esta foi a segunda morte registrada na cidade em menos de 48 horas e com o mesmo motivo de desentendimento.


[adrotate banner=”26″]



Segundo informações da polícia, Darcy Ferreira da Silva, de 41 anos, estava com sua esposa na porta de casa, no Bairro Cidade Alta, quando o autor se aproximou e iniciou a discussão devido a um cachorro que era da vítima.

Na discussão, segundo testemunhas, a vítima pegou uma barra de ferro, ameaçou agredir o autor e, minutos depois, o chamou para brigar. A.M.S, de 69 anos, pegou uma foice que estava próximo e desferiu golpes no pescoço e ombros de Darcy.

A PM esteve no local e realizou buscas pelo autor. Na casa dele, foi encontrada embaixo do colchão de um dos quartos, uma garrucha de dois canos calibre .32 municiada, além da foice utilizada no crime, que estava no quintal da residência.

O autor foi encontrado escondido dentro de um galinheiro em uma mata nos fundos de casa, e contou que o cachorro da vítima havia entrado em sua casa, e ao tocá-lo para fora, foi ameaçado pela vítima.

Segundo a Polícia Militar, entre autor e vítima já havia inclusive ocorrências registradas de atritos.

O corpo de Darcy Ferreira da Silva foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Teófilo Otoni. O autor foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Plantão da Polícia Civil. O crime será investigado.

Sobrinho mata tio por causa de cachorro

Um homem de 59 anos morreu após ser baleado em Pavão, no Vale do Mucuri, na manhã de quinta-feira (04/04/2019). O crime ocorreu por volta das 9h30 e, segundo a Polícia Militar, o autor é sobrinho da vítima.

De acordo com a Polícia, W.S.L, de 27 anos, efetuou os disparos contra Antônio Lourenço Sangi em uma praça no Centro da cidade. Após o crime, ele tentou fugir do local em uma motocicleta, mas foi abordado e preso em flagrante. O rapaz disse aos militares que estaria recebendo ameaças do tio devido a morte de um cachorro.

A vítima Antônio Lourenço, ainda com vida, confirmou o desentendimento, mas negou as ameaças. Ele foi encaminhado ao Hospital São Vicente, em Águas Formosas, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito durante a tarde.

O autor W.S.L foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil em Téofilo Otoni. Uma garrucha, com duas munições deflagradas, foi apreendida. O crime é investigado.

Leandro Silva | Aconteceu no Vale
Publicado em: 06/04/2019, às 21h10

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:

[adrotate banner=”27″]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.