Home / Norte de Minas / Supermercado é alvo da Operação Carne Segura em Glaucilândia, no Norte de Minas

Supermercado é alvo da Operação Carne Segura em Glaucilândia, no Norte de Minas

Um supermercado em Glaucilândia, no Norte de Minas, foi alvo da quinta fase da operação Carne Segura, nesta quinta-feira (21). No local foram apreendidos cerca de 80 quilos de carne sem que os responsáveis apresentassem notas fiscais que comprovassem a origem.





A ação, realizada pelo Ministério Público, Vigilância Sanitária e Instituo Mineiro de Agropecuária (IMA), fez buscas também em uma fazenda que pertence ao dono do supermercado. “Nós recebemos denúncias de que a carne comercializada no supermercado era de animais abatidos na propriedade do dono do supermercado. Lá comprovamos que os animais eram abatidos sem nenhuma condição sanitária. É um local que não tem como fazer a limpeza”, explica o supervisor de inspeção do IMA, Rômulo Lage.

Segundo o supervisor, a fazenda foi alvo da operação na primeira fase, em setembro de 2018, mas na época não foram encontradas irregularidades. Nesta quinta, foram encontrados couro e sangue de animais abatidos. “Com isso foi observado que este abate clandestino provoca ainda a degradação ambiental, pois o sangue escorre livremente”, afirma o supervisor.

Foto: IMA/Divulgação

Risco à Saúde

Rômulo Lage alerta a população quanto aos riscos de ingerir carnes de frigoríficos clandestinos. “Estas carnes, que não sabemos a procedência, podem estar contaminadas e ser fonte de transmissão de doenças, como a brucelose, tuberculose e cisticercose, entre outras”.

O inspetor diz também que a população pode ajudar na fiscalização, com denúncias sobre suspeitas de locais que comercializem ou abatem animais clandestinamente. “O consumidor pode verificar se no açougue onde ele está comprando a carne possui o carimbo de inspeção. Não vai estar em todas as peças, mas algumas têm este carimbo. Os cortes de frigoríficos regularizados são mais uniformes, diferentemente dos cortes feitos em locais clandestinos”, alerta Rômulo Lage.

Foto: IMA/Divulgação

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: G1 Grande Minas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>