Polícia Federal desarticula esquema de corrupção entre agentes públicos no Norte e Nordeste de Minas

0

A Polícia Federal (PF), em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), deflagrou na manhã desta quinta-feira (07/02/2019) a Operação Estropie, para combater os crimes de corrupção passiva, inserção de dados falsos em sistemas de informações, receptação, associação criminosa e prevaricação, envolvendo agentes públicos, em Minas Gerais.






Foram cumpridos três mandados judiciais de prisão preventiva, três mandados judiciais de prisão temporária e 10 mandados judiciais de busca e apreensão; todos expedidos pela Justiça Federal de Teófilo Otoni/MG. Eles foram cumpridos nas cidades mineiras de Itaobim, Salinas, Cachoeira do Pajeú e Teófilo Otoni.

As investigações tiveram início há 9 meses e apuraram obtenção ilícita de dinheiro em espécie e outros bens por parte de policiais rodoviários, além de suposto envolvimento de policiais com quadrilhas de assalto de cargas e desvio de combustíveis na região de Itaobim.

Os presos serão conduzidos à Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem/MG, e a penitenciária de Teófilo Otoni/MG. Se condenados, os envolvidos poderão cumprir mais de 30 anos de reclusão.

Mandados

– Itaobim: um mandado de busca e apreensão

– Salinas: um mandado de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva

– Cachoeira do Pajeú: três mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão temporária

– Teófilo Otoni: cinco mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.