Hospital João XXIII recebe vítimas de rompimento da barragem em Brumadinho

0

O Hospital João XXIII, instituição pública vinculada ao estado de Minas Gerais, em Belo Horizonte, informou em nota que acionou seu plano de atendimento para múltiplas vítimas de catástrofes. A iniciativa busca priorizar a assistência aos atingidos pelo rompimento da barragem da Mina Feijão, em Brumadinho, na região metropolitana.

A nota informa que às 15h deram entrada no hospital dois pacientes do sexo feminino trazidos por helicóptero. “Elas estão estáveis, conscientes e passam por avaliação. A diretoria do Hospital João XXIII pede que os casos não relacionados a esta tragédia sejam encaminhados para outras unidades de emergência “.

O rompimento da barragem, que pertence à mineradora Vale, ocorreu no início desta tarde (25) liberando no meio ambiente um volume ainda desconhecido de rejeito. O Corpo de Bombeiros atua no local.





Vídeos da lama





Leia mais

– Corpo de Bombeiros estima que 200 pessoas estão desaparecidas após rompimento de barragem em Brumadinho

– Hospital João XXIII recebe vítimas de rompimento da barragem em Brumadinho

– Municípios vizinhos a Brumadinho divulgam alertas à população

– Vale admite possibilidade de vítimas em rompimento de barragem em Minas

– Presidente lamenta rompimento de barragem em Brumadinho

– Ministério Público envia equipe para avaliar danos após rompimento de barragem da Vale

– Mantenha distância do leito do Rio Paraopeba, alerta Prefeitura de Brumadinho

– Bombeiros sobrevoam área afetada por rompimento de barragem da Vale

– Ações da Vale nos Estados Unidos caem 10% após rompimento de barragem em Brumadinho

– A cidade está um pandemônio, relata moradora de Brumadinho

– Instituto Inhotim é evacuado após rompimento de barragem da Vale

– Defesa Civil Nacional vai a Brumadinho para avaliar situação

– Barragem da Vale se rompe na RMBH

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:



(Fonte: Agência Brasil)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.