Polícia Civil deflagra segunda fase de operação que investiga fraude na aquisição de materiais hospitalares e medicamentos em Teófilo Otoni

0

A Polícia Civil de Minas Gerais, através do 15º Departamento e Delegacia Regional de Teófilo Otoni, deflagrou na manhã desta segunda-feira (10/12/2018) a segunda fase da “Operação Tarja Preta”, realizando o cumprimento de uma prisão temporária na cidade de Caratinga e uma busca e apreensão em Teófilo Otoni.

Segundo a PC, a prisão temporária tem prazo de cinco dias, podendo ser prorrogada mediante a necessidade da investigação e deferimento judicial. Os objetos apreendidos estão sujeitos à análise preliminar e podem ser restituídos, caso constatado que não interessam à investigação ou que não haja necessidade de manutenção da sua custódia.

Ainda segundo a Polícia Civil, os autos tramitam sob segredo de justiça, ficando o acesso e demais informações restritas às partes e/ou seus procuradores, à Polícia Judiciária, ao Ministério Público e ao Poder Judiciário. A polícia não informou qual a relação do homem preso nesta segunda-feira com o suposto esquema de fraudes em licitações do setor da saúde, entre os anos de 2014 e 2015, em Teófilo Otoni.

Entenda

A Operação Tarja Preta foi deflagrada no dia 27 de novembro. A ação da Polícia Civil investiga possíveis irregularidades na aquisição de materiais hospitalares e medicamentos em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, entre os anos 2014 e 2015. O esquema seria composto por ex-servidores públicos do município e empresários do ramo farmacêutico em Caratinga.

Três pessoas foram presas no dia em que a primeira fase foi deflagrada e o quarto investigado foi preso no dia 1º de dezembro, um ex-secretário de saúde, no Aeroporto Internacional de Confins.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: PCMG/G1 Vales)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.