Quatro pessoas morrem durante temporal em Belo Horizonte

0

O Corpo de Bombeiros confirmou, na tarde desta sexta-feira (16/11/2018), que quatro pessoas morreram em decorrência do temporal da última noite em Belo Horizonte. A quarta vítima confirmada é o homem que foi encontrado morto na Ocupação Vitória, divisa da capital com Santa Luzia.

De acordo com a Defesa Civil, a quinta-feira (15) foi o dia mais chuvoso do ano na capital mineira. As regiões Pampulha e Venda Nova foram as mais atingidas pelo temporal, com mais de 84 mm.

O corpo do homem foi achado na manhã desta sexta-feira (16). Ele, que estaria embriagado, se afogou ao tentar atravessar um córrego na região Norte.

Na tarde desta sexta-feira (16), foi encontrado o corpo da adolescente Anna Luísa Fernandes de Paiva Maria, de 16 anos. Ela havia desaparecido no bairro São João Batista, em Venda Nova, e foi achada no bairro Xodó Marize, a cerca de três quilômetros do ponto de desaparecimento.

Carro onde estavam a mulher e a criança (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Ainda na noite de quinta-feira (15), mãe e filha morreram dentro de um carro também no bairro São João Batista de Venda Nova. Os corpos de Cristina Pereira Matos, de 40 anos, e Sofia Pereira, de seis anos, foram encontrados abraçados e com um terço nas mãos.

Durante a tarde, o Corpo de Bombeiros informou que fazia buscas a um homem que pode ser a quinta vítima. De acordo com a corporação, a primeira informação é que ele pulou dentro de uma galeria em frente ao cartório da Avenida Vilarinho, também em Venda Nova, em Belo Horizonte.

Chuva alagou estação do metrô (Foto: Rádio Itatiaia)

Governador de MG e prefeito de BH

O governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), disse nesta sexta-feira (16) que é “lamentável” que a chuva tenha custado vidas em Belo Horizonte.

“É lamentável que a chuva de ontem tenha causado tantos danos e, principalmente, a perda de vidas. Caberá a nós do Estado, em conjunto com os municípios da Região Metropolitana, tomarmos medidas preventivas, para que esse tipo de fato letal não ocorra mais”, disse Zema por meio de nota.

Na nota, o governador eleito disse ainda que a melhor maneira de se evitar tragédias com inundação é uma urbanização responsável.

“A melhor forma de evitar isso é buscar uma urbanização responsável, com mais áreas verdes, que não impermeabilize tanto o solo. Em toda cidade baseada mais em asfalto e concreto é questão de tempo ocorrerem essas tragédias”, completou.

Zema ainda é preciso planejamento para que estas tragédias não se repitam.

Durante a manhã, o prefeito Alexandre Kalil (PHS) assumiu a responsabilidade pelas mortes e disse que obras serão feitas em Venda Nova, região que registrou maior volume de chuva e de ocorrências.

“Então o que eu volto a repetir para a população de Belo Horizonte é o seguinte: ‘A responsabilidade é do prefeito. Ele é o culpado por tudo que aconteceu aqui’”, disse.

Veja o índice de chuva por região de BH:

– Barreiro – 35,0 mm
– Centro Sul – 38,6 mm
– Leste – 22,4 mm
– Nordeste – 12,6 mm
– Noroeste – 35,8 mm
– Norte – 20,6 mm
– Oeste – 63,6 mm
– Pampulha – 95,4 mm
– Venda Nova – 84,6 mm

VÍDEOS





VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: G1 Minas)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.