16 de novembro de 2018 - 8:02
Home / Vale do Jequitinhonha / Corpo encontrado na zona rural de Setubinha é de moradora de Capelinha que estava desaparecida

Corpo encontrado na zona rural de Setubinha é de moradora de Capelinha que estava desaparecida

Chegou ao fim, na manhã deste sábado (15/09/2018), a procura por Jessiara Corrêa da Silva, de 21 anos. Infelizmente, o corpo da jovem capelinhense foi encontrado por populares em uma mata fechada a cerca de meio quilômetro da sede da Fazenda Santa Rosa, na zona rural de Setubinha, município limítrofe de Capelinha, no Vale do Jequitinhonha.

Segundo informações da polícia, o corpo, em avançado estado de decomposição, estava com uma camiseta vermelha e uma calça azul, indicando serem as mesmas vestimentas que a jovem Jessiara usava na manhã do último domingo (9) quando aceitou carona de seu primo Luiz Eduardo para o trajeto de aproximadamente 500 metros entre sua casa e o pequeno restaurante de sua propriedade, localizado nas proximidades de um posto de combustíveis no Anel Rodoviário de Capelinha (Avenida Tico Neves).

Desde então Jessiara não foi mais vista com vida. A notícia do desaparecimento foi divulgada aqui no Aconteceu no Vale, sendo compartilhada por milhares de internautas, e também ganhou espaço nas páginas policiais dos principais veículos de comunicação do Estado de Minas Gerais.

Ontem (14), dezenas de voluntários realizaram um grande mutirão no município de Capelinha em busca de Jessiara, porém, sem êxito. Na manhã de hoje (15), uma equipe do Corpo de Bombeiros de Diamantina chegou a Capelinha para auxiliar nas buscas, mas eles nem chegaram a ir a campo, pois, por volta das 10h, populares acionaram a polícia comunicando sobre a localização do corpo.

Equipes da Polícia Civil, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros compareceram ao local onde o corpo foi encontrado para os trabalhos de praxe. O laudo pericial poderá indicar as possíveis causas da morte.

Jessiara desapareceu no último domingo (Foto: Reprodução/Facebook)

Jessiara desapareceu no último domingo (Foto: Reprodução/Facebook)


Suspeito cometeu suicídio

O principal suspeito do sequestro de Jessiara, Luiz Eduardo, que era primo dela, foi encontrado morto na tarde de ontem (14) em um pequeno casebre de estacas em uma propriedade rural, localizada nas proximidades do Povoado de Quaresma, município de Setubinha, a cerca de 25 quilômetros do local onde o corpo da jovem estava. Ele cometeu o autoextermínio após a repercussão do caso.

Luiz Eduardo nasceu no município de Setubinha, era casado e deixou dois filhos. Ele trabalhava como mecânico de máquinas em uma fazenda localizada nas proximidades do local onde foi encontrado morto. Ele era muito próximo de Jessiara e, conforme uma tia dela, eles inclusive já moraram na mesma casa.

Jessiara da Silva era uma jovem batalhadora, reservada e muito dedicada ao pequeno negócio da família. Ela veio para Capelinha, juntamente com a mãe e um irmão, em busca de melhores condições de vida.

Luiz Eduardo morreu no município de Setubinha (Foto: Skillo Produções/Reprodução)

Luiz Eduardo foi encontrado morto em fazenda (Foto: Reprodução/Facebook)


Comoção em Capelinha

A morte precoce de Jessiara da Silva causou grande comoção no município de Capelinha. O radialista Rogério Chaves, um dos mais empenhados nas buscas, escreveu em sua página na internet que “a dor é sentida por todos os capelinhenses e pessoas de outras cidades que ajudaram e torceram por um final feliz. Na vida de cada um de nós, você [Jessiara] se tornou inesquecível. Saudades eternas vão ficar”.

A Prefeitura de Capelinha divulgou nota de pesar. “É com muito pesar que a Prefeitura de Capelinha comunica o falecimento de Jessiara Corrêa da Silva, jovem cheia de sonhos que teve sua vida ceifada. Neste momento, todo o nosso município se une em luto e apoio à família de Jessiara, a quem dedicamos os mais sinceros pêsames.”

Naiama Justus lembrou que os corações de suas mães sangue e descreveu um pouco sobre como Luiz e Jessiara eram vistos por seus familiares. “Hoje os corações de duas mães sangram como um corte profundo, as pernas perdem as forças, a fome vai embora, fica difícil respirar, a dor ecoa pelos seus gritos e a perda transborda em forma de lágrimas pelos olhos. De fato, são dois jovens que mereciam viver, mereciam ver seus filhos crescerem, mereciam mais um colo de mãe e ouvir um último “eu te amo”. Luiz era um bom homem aos olhos de seus pais, filhos, esposa, amigos e 9 irmãos. Ele era amado e vai fazer falta para quem o amava. Jessiara era honesta, trabalhadora, cheia de luz, amada por todos, e ainda será amada e lembrada pela eternidade. Foram mortes marcantes que nunca serão esquecidas! Um erro sem explicação arrancou uma filha dos braços de uma mãe e um filho dos braços de outra. As orações devem ser direcionadas para as duas famílias nesse momento de dor, são duas mortes e centenas de corações aflitos. Que Nossa Senhora tenha te recebido em seus braços na sua chegada Jessiara!”

Centenas de moradores da cidade também utilizam as redes sociais para manifestarem solidariedade à família de Jessiara.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Da Redação do Aconteceu no Vale)

4 Comentários

  1. Macário Frederico Moreira Fernandes

    Triste de mais. Porque que o mundo é desse jeito? Só Deus pra dar força pra família.

  2. Me solidarizo com todos Capelienses neste momento de dor e peço a Deus que venha derramar um bálsamo de conforto e cura nos corações de todos os familiares e amigos.

  3. AGUSTINHO VIEIRA DOS SANTOS

    Capelinha precisa investir mais em segurança, câmeras nas saídas da cidade afim de auxiliar as forças policiais em situações de buscas investigatórias, embora esse crime fora premeditado e pouco se poderia fazer, pois se tratando de pessoas conhecida, mas como Jessica foi levada? Sob ameaças ou fora convidada por uma amizade de Cain? Como era o relacionamento dos dois? Tudo isso precisa ser apurado afim de aceder alertas para que haja trabalhos preventivos educacional dentro das famílias e sociedade. Na minha opinião: nesse caso da Jessica houve uma atração maliciosa por parte de Luis Eduardo, uma obsessão sexual que motivou Luiz a ir além dos limites, esses pontos não são difíceis de se identificar, no entanto, familiares próximos devem ficarem atentos quando tiver em casa algo parecido, uma amizade além do que deveria ser com valores ilimitados a começar pelos olhares indiscretos acompanhado de silêncio, antigamente os valores das famílias eram tratados com moderação, nos tempos de hoje o excesso de liberdade leva-nos a perdição e noas trazem a maldição para dentro dos nossos lares. Meu ponto de vista.

  4. MUITO DIFICIL ACEITAR ESSAS MORTES. PIOR O CASO DO RAPAZ QUE DEIXOU MULHER E FILHOS DESAMPARADOS. SE APAIXOU POR PESSOA BEM PROXIMA E AINDA COM GRAU DE PARENTESCO. CHAMAMOS ISTO DE AMOR NÃO CORRESPONDIDO E QUE LEVA A PESSOA A COMETER ATROCIDADES. QUE DEUS CONFORTE AS FAMILIAS ENLUTADAS E QUE PROVIDENCIE MEIOS PARA QUE A MULHER E OS FILHOS NAO FIQUEM LITERALMENTE DESAMPARADOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>