Home / Política / Prefeituras do Vale do Jequitinhonha suspendem pagamentos da CEMIG, COPASA, COPANOR e convênios com o Estado de Minas Gerais

Prefeituras do Vale do Jequitinhonha suspendem pagamentos da CEMIG, COPASA, COPANOR e convênios com o Estado de Minas Gerais

Com o agravamento da crise nos municípios, as prefeituras do Vale do Jequitinhonha decidiram suspender todos os pagamentos das empresas estatais: CEMIG, COPASA, COPANOR e os convênios como IMA, IEF e EMATER. Segundo os prefeitos, os recursos que são pagos a essas empresas serão usados para ajudar no custeio das ações de saúde, assistência social e ate mesmo complementar a folha salarial da educação, já que o Governo do Estado não tem repassado esses recursos e, de maneira indevida, vem retendo a parte do ICMS que pertencem aos municípios e forma o FUNDEB.

“O Vale do Jequitinhonha, através da UMVALE, vem tentando de todas as formas estabelecer o dialogo com o Governo do Estado, que chegou a receber os prefeitos e fazer promessas que não foram cumpridas. Após adesão a manifestação da AMM em Belo Horizonte e mais promessas por parte do Estado, os prefeitos agora começam a agir por conta própria, fazendo adequações nos caixas municipais na tentativa de amenizar os efeitos dessa grave crise que tem causado sérios prejuízos à população”, informou ao Aconteceu no Vale o presidente da UMVALE e prefeito de Ponto dos Volantes, Leandro Santana.

Segundo a UMVALE, estima-se que se as prefeituras menores do Vale do Jequitinhonha deixarem essas contas e convênios sem repasses municipais, vão conseguir no caixa em torno de R$ 50.000,00 a 100.000,00 (cinquenta a cem mil reais) por mês. “É muito pouco diante dívida do Estado com os municípios, que já chega a cifra dos milhões de reais, mas precisamos nos adequar de alguma maneira a esse confisco sobre os nossos recursos. Estamos estudando várias alternativas até que o governador entenda que o Vale do Jequitinhonha, a região de menor IDH do Estado, não tem condições de pagar essa conta que não é nossa, só queremos os recursos da população que estão garantidos na Constituição Federal”, completou o presidente da UMVALE.

Prefeitos do Vale durante evento em BH (Foto: Divulgação/UMVALE)

Confira oficio enviado a CEMIG e aos demais órgãos em nome dos 51 prefeitos do Vale Jequitinhonha:

(Fazer download do documento, em PDF)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>