Sargento da PMMG terá que pagar multa por utilizar declarações falsas para se ausentar do trabalho

1

Um policial militar de Ubá, na Zona da Mata, terá que pagar multa no valor equivalente a dez vezes a sua remuneração, por ter utilizado declarações falsas para se ausentar do serviço. O sargento foi condenado por ato de improbidade administrativa em Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

Conforme apurado em Inquérito Civil, em 2012, o policial foi autorizado pelo Instituto de Previdência dos Servidores Militares de Minas Gerais a realizar dez sessões de fisioterapia e dez de recondicionamento corporal global (RPG), no entanto, apesar de não comparecer às sessões nos dias agendados, ausentou-se do serviço com a justificativa do tratamento.

Segundo a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Ubá, o réu utilizou-se de declarações falsas, para se ausentar do serviço, valendo-se do argumento de comparecimento a sessões de fisioterapia, quando, na realidade, ia para sua residência, praticando manifesto ato de improbidade administrativa.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: MPMG)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.