Home / Minas Gerais / Última vítima do incêndio na creche Gente Inocente é transferida para Janaúba

Última vítima do incêndio na creche Gente Inocente é transferida para Janaúba

Foi transferida de helicóptero, na tarde desta sexta-feira (16/02/2018), para o Hospital Regional de Janaúba, a professora Marley Simone Lima Antunes, de 43 anos, que estava no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Ela é a última vítima do incêndio criminoso na Creche Gente Inocente, que permanece internada. A tragédia aconteceu na manhã de 5 de outubro de 2017, quando o vigia Damião Soares dos Santos, de 50, invadiu e ateou fogo no Centro Municipal de Ensino Infantil (Cemei), matando a si próprio e provocando as mortes de 13 vítimas – 10 crianças, uma professora e duas auxiliares de professora. Mais de 40 pessoas ficaram feridas.

Marley Simone foi levada para o Hospital João XXII em estado grave no dia da tragédia. Ela teve 40% do corpo queimado e passou por várias cirurgias e procedimentos de enxerto de pele. Nesta sexta-feira, quando completou quatro meses e 11 dias de internação, o tempo da tragédia na creche, a professora foi transferida para Janaúba em helicóptero do Governo do Estado. Enquanto ficou internada na capital, Marley Simone foi acompanhada pelo marido, o comerciante Alberto Borges, que viajou para BH na época do ataque. “Eu tinha um barzinho em Janaúba. Larguei tudo e vim pra cá”, afirmou ele. A professora chegou no hospital de Janaúba por volta das 15h30.

Alberto disse que foi “pêgo de surpresa” ao ser avisado somente hoje sobre a transferência da professora. “Só chegaram para a gente e disseram que ela seria transferida de helicóptero hoje”, afirmou o comerciante. Por outro lado, ele disse que não tem nada a reclamar. “Ela (Marley) foi muito bem cuidada. Agora, esperamos que ela possa continuar a recuperação no Hospital Regional de Janaúba, que tem condições para fazer o tratamento”, declarou Alberto. A assessoria da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) informou que a paciente foi transferida para a sua cidade natal porque o quadro dela é ‘estável’.

Para prestar assistência adequada às vítimas da tragédia na creche, médicos e enfermeiros de Janaúba receberam treinamento específico por uma equipe multidisciplinar que atendeu vítimas do incêndio na Boate Kiss, ocorrida em Santa Maria (RS), em janeiro de 2013, que resultou na morte de 242 pessoas e deixou mais de 600 feridos.

A professora foi levada para o Hospital de Janaúba (foto: Alberto Borges/Divulgação)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: Estado de Minas, por Luiz Ribeiro)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>