Home / Leste de Minas / Polícia Civil conclui que adolescente é suspeito de assassinatos em Governador Valadares

Polícia Civil conclui que adolescente é suspeito de assassinatos em Governador Valadares

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Governador Valadares, finalizou as investigações sobre o assassinato de Thiago da Silva Ferraz, de 30 anos, ocorrido na madrugada de 30 de junho deste ano, no bairro Santa Terezinha. Um adolescente de 17 anos é o suspeito do crime.

O menor também foi indiciado, no bojo das investigações já concluídas de outro inquérito policial, como autor do ato infracional análogo a homicídio, que vitimou N.H.P.A, de 15 anos, em 29 de dezembro de 2016, também no bairro Santa Terezinha.

Durante as investigações do assassinato do menor N.H P.A, apurou-se que dois dias antes de ser morto, ele teria sido vítima de uma tentativa de assassinato, cujo ato infracional teria sido cometido pelo então suspeito, um adolescente de 17 anos. A motivação estaria ligada ao tráfico ilícito de drogas.

Já no mês de janeiro desse ano, o adolescente apontado como suspeito pelo assassinato de N.H.P.A foi capturado em flagrante portando uma arma de fogo, porém, foi ouvido e liberado. Por sua vez, a arma apreendida foi reconhecida, posteriormente, como sendo a mesma utilizada para ceifar a vida do menor de 15 anos.

Um dia após a conclusão do Inquérito Policial e respectiva remessa ao Judiciário, ocorrido em junho desse ano, o adolescente fez mais uma vítima, dessa vez Thiago da Silva Ferraz, de 30 anos, também vítima de disparos de arma de fogo. Na ocasião, Thiago foi atingido em via pública, tentou correr e acabou desfalecendo em frente a uma igreja no bairro Santa Terezinha.

Uma terceira vítima, um rapaz de 17 anos, surgiu no mês de setembro vítima de facadas. O adolescente, que foi atacado no bairro São Paulo, foi socorrido, sobreviveu e apontou o responsável pelo atentado, o qual seria o mesmo jovem investigado dos homicídios anteriores. O suspeito foi capturado no dia seguinte e confessou a autoria da tentativa de homicídio e também o ato que retirou a vida de Thiago da Silva Ferraz.

Diante disso, foi concluído o Inquérito Policial referente ao assassinato da vítima Thiago, tendo o Judiciário decretado a internação provisória de 45 dias ao menor infrator, que poderá ter sua internação confirmada, tornando-se definitiva, para manter o suspeito internado até o prazo máximo de três anos.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: PCMG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>