Home / Brasil / Ação do ex-presidente Lula chega à segunda instância em tempo recorde

Ação do ex-presidente Lula chega à segunda instância em tempo recorde

O processo que condenou o ex-presidente Lula a nove anos e meio de prisão no caso do triplex chegou em tempo recorde ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. Foram 42 dias desde a sentença do juiz Sergio Moro, em julho, até o início da tramitação do recurso na segunda instância, na última quarta-feira.

É o trâmite mais rápido até aqui entre todas as apelações da Lava Jato com origem em Curitiba. Eventual condenação em segunda instância do petista impediria sua candidatura a presidente nas eleições de outubro do ano que vem.

A média dos demais recursos – 31 ao todo – foi de 96 dias: os prazos variaram entre 42 e 187 dias. Moro afirma que os prazos foram “estritamente seguidos”.

Especialistas em direito ouvidos oscilam entre duas avaliações: a de que a tramitação do recurso de Lula obedeceu ao rito normal; ou a de que uma eventual ação para acelerar o julgamento contraria o princípio de isonomia. “Caso seja proposital, é bastante preocupante e mostra o voluntarismo da Justiça em protagonizar outros papéis que não o de meramente julgar um caso”, diz Fábio Tofic Simantob, presidente do Instituto de Defesa do Direito de Defesa e advogado de outros investigados da Lava Jato.

Atibaia

Os advogados de Lula pediram a Moro que reconsidere e rejeite a denúncia sobre a reforma do sítio em Atibaia, que teria sido propina da OAS. Para a defesa, a acusação tem “caráter político”, uma vez que “não há provas ou indícios mínimos que respaldem a denúncia”. Além disso, os advogados pedem a realização de perícias e a intimação de 59 novas testemunhas, entre elas os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Dilma Rousseff, além de senadores e deputados federais.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: O Tempo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>