Atlético perde para o Fluminense e fica mais distante do G6 do Campeonato Brasileiro

0

O Atlético tinha a chance de encostar no G6 do Campeonato Brasileiro. No Maracanã, precisava do triunfo sobre o Fluminense para ficar 1 ponto atrás da primeira equipe na zona de classificação para a Copa Libertadores, último objetivo do time na competição. Faltou, no entanto, tomar cuidado com a bola aérea do time carioca. Foram dois gols de Henrique Dourado, ambos de cabeça, em erros de marcação da equipe. Valdívia marcou o único gol do Galo na derrota por 2 a 1.

Com a derrota, o Galo fica em 13º no Campeonato Brasileiro. A equipe está 4 pontos atrás do Cruzeiro, primeira equipe do G6. O Z4 está mais perto. São apenas 3 pontos a mais que o São Paulo, 17º colocado.

O Galo volta a campo no próximo domingo, às 16h, contra a Ponte Preta, em Campinas. Já o Fluminense recebe o Vasco, sábado, às 16h, no Maracanã.

Bola aérea do Fluminense foi mortal contra o Atlético (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

O jogo

Com Fred e Robinho no banco, o Atlético entrou em campo, mais uma vez, com três volantes. No entanto, a equipe não conseguiu encaixar a marcação durante a primeira etapa. O Fluminense, com uma equipe veloz, aproveitou várias infiltrações nas costas dos laterais atleticanos e criou, pelos lados, suas principais chances.

Desde o início, o goleiro Victor foi testado constantemente. Logo aos 4’, ele defendeu finalização de Marlon Freitas da entrada da área. O Galo respondeu com Cazares, que finalizou nas mãos do goleiro Júlio César. Com pouco poder ofensivo, o Atlético viu o adversário adiantar sua equipe em busca do gol, enquanto a equipe alvinegra não conseguia chegar com muitos homens na área do time carioca.

Victor foi o grande vilão tricolor. Ele fez mais quatro defesas difíceis na partida. Lucas e Scarpa, três vezes, pararam em noite inspirada do goleiro. Na última, porém, a bola saiu em escanteio. Na cobrança, Scarpa mandou na segunda trave, a bola viajou toda a área. Victor não saiu, os jogadores não se entenderam na marcação e Roger Bernardo, tentou, no desespero, chegar em Henrique Dourado, que sozinho cabeceou para as redes: 1 a 0.

Após o gol, o Atlético passou a atacar com mais jogadores. Com isso, criou chances. Os chutes de Cazares e Luan passaram perto. Já a cabeçada de Elias, após boa troca de passes e bom cruzamento de Yago, parou em grande defesa de Júlio César. Após o apito final, Rogério Micale foi reclamar com o árbitro Vinicius Gonçalves Dias e acabou expulso.

Para a segunda etapa, o Galo voltou com Valdívia no lugar de Roger Bernardo. A equipe mais ofensiva acuou o Fluminense em seu campo defensivo. O Alvinegro dominou a etapa final. Com boas trocas de passe, o Atlético passou a encontrar espaços no meio-campo do Tricolor e chegou ao gol de empate aos 11’. Valdívia dominou a bola, tocou para Cazares, que ajeitou e deu bela assistência para o ‘Poko Pika’ finalizar forte, de primeira, e empatar o jogo: 1 a 1.

O Atlético seguiu em cima, mas sem encontrar o passe final. Para tentar mudar o panorama, Diogo Giacomini chamou Fred, que entrou no lugar de Rafael Moura. Ex-atacante do Tricolor, o camisa 9 foi bastante hostilizado pelos torcedores do time da casa. Na primeira participação, o atacante devolveu tabela a Valdívia, que finalizou para defesa incrível de Júlio César. No mais, apenas levou um amarelo, que o deixa fora do jogo contra a Ponte Preta.

O Atlético estava em cima, mas o Fluminense também buscava o seu gol. E, numa falha de marcação alvinegra, o Tricolor voltou à frente no placar. Gustavo Scarpa viu infiltração de Henrique Dourado no meio da área e cruzou para o centroavante, nas costas de Marcos Rocha e Luan, cabecear para as redes: 2 a 1. O time alvinegro tentou, mas não conseguiu chegar ao empate e amargou a nona derrota no Brasileirão.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: Super Esportes / Repórter: Túlio Kaizer)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.