Home / Norte de Minas / Assaltantes fazem família refém durante roubo no município de Francisco Sá, no Norte de Minas

Assaltantes fazem família refém durante roubo no município de Francisco Sá, no Norte de Minas

Uma família foi feita refém durante um roubo a uma fazenda e a uma mercearia, em Francisco Sá, na madrugada desta quarta-feira (09/08/2017). Para a Polícia Militar (PM), as vítimas disseram que aproximadamente quatro homens, armados, arrombaram a propriedade e levaram uma motocicleta, uma caminhonete, dinheiro, utensílios domésticos e parte do estoque de uma mercearia. Durante a fuga, os criminosos, em duas motocicletas, atiraram contra os policiais; houve troca de tiros e nenhum militar se feriu. Os suspeitos fugiram e são procurados.

De acordo com a Polícia Militar, esta não é a primeira vez que a família é alvo de bandidos. A suspeita que os mesmos criminosos tenham invadido a propriedade há quinze dias. Da mercearia, os criminosos levaram fardos de arroz, rolos de papel higiênico, pacotes de feijão, de óleo e de detergente, além de botijões de gás e uma caixa de foguetes. Durante o roubo, os criminosos chegaram a dizer para as vítimas que os fogos seriam para comemorar o crime.

Durante buscas aos criminosos, a motocicleta e a caminhonete roubadas foram localizadas abandonadas nas proximidades da fazenda e na LMG-657. Até o momento, os produtos da mercearia não foram localizados.

Caminhonete foi localizada abandonada na LMG-657 (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: G1 Grande Minas)

1 Comentário

  1. Nem, o nosso imenso interior está livre da violência

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>