Empresária de Araçuaí conquista Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2017

0

Minas Gerais conheceu, nesta terça, 2 de agosto, as vencedoras do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, em solenidade ocorrida na sede da instituição, durante a Feira do Empreendedor 2017. São elas as empresárias Sílvia Aparecida Chaves Souza Oliveira, proprietária da Sorvete Amigo, de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, na categoria Pequenos Negócios; Marisa Helene Souza Contreras, da Fazenda Capoeira Coffee, de Areado, Sul de Minas, categoria Produtora Rural; e Luciana Aparecida Batista Mina, do Salão de Beleza Cantinho da Criança, de Itajubá, região Sul mineira.

Nesta edição, o Prêmio recebeu 378 inscrições e as vencedoras receberam, além de troféu, certificado, selo de premiação e curso de gestão, um diagnóstico da empresa baseado no Modelo de Excelência da Gestão® (MEG), disseminado pela Fundação Nacional de Qualidade (FNQ), parceira no evento.

As campeãs

Categoria Pequenos Negócios

Silvia Aparecida Chaves Souza Oliveira
Sorvete Amigo, Araçuaí

Silvia foi uma garota que sempre fez a diferença no vale do Jequitinhonha mesmo diante dos desafios e dificuldades. Trabalhou na lavoura e nos afazeres domésticos e mesmo com a pouca idade já tinha uma visão de futuro e tinha o sonho de estudar e ser empreendedora. Aos 13 anos foi para a cidade estudar e começou a trabalhar em um salão de beleza, onde fazia unha, vendia produtos e sonhava em ter uma loja de confecções e bijuterias. Sonhando com a loja procurou o SEBRAE para fazer um planejamento de negócio; onde foi orientada a buscar algum segmento de mercado onde tivesse oportunidades. Talvez algo que tivesse pouco na região e que ela tivesse conhecimento. Como a região é muito quente pensou em uma sorveteria e começou a pesquisar. Planejou, buscou parceiros, batalhou, enfrentou preconceitos por ser mulher. Tinha um amigo que a apresentou a outro amigo conhecedor do assunto sorvetes. Já havia trabalhado em uma fábrica. Conversaram e viraram sócios por 12 meses. Mas pensavam e desejavam coisas diferentes, então desfez a sociedade e veio para Belo Horizonte. Fez curso, se preparou e aos 21 de idade começou a sorveteria sozinha. Chegou a trabalhar 18 horas por dia. Depois de 5 anos, começou a se preparar para virar indústria. Planejou a expansão, comprou maquinários necessários e inaugurou um novo negócio. Foi para São Paulo fez vários cursos onde aprendeu a conhecer o cliente, alinhar as estratégias do negócio, definir foco, os diferenciais, e redefinir o negócio. Fez parcerias e inaugurou o novo negócio em maio de 2014. Hoje possui a Sorvete Amigo e cresceu em 2014(57%), 2015 (45%), em 2016 (26%), e a meta de crescimento para 2017 é de 55%. Silvia já pensa em expansão para toda Minas Gerais.

Categoria Produtora Rural

Marisa Helene Souza Contreras
Fazenda Capoeira Coffee, Areado

Filha de um Empreendedor, desde pequena sonhava em ter meu próprio negócio. Marisa é casada, tem dois filhos, é farmacêutica e produtora de Café. Tem uma história de sucesso no varejo farmacêutico, mas a história que transformou a sua vida é a que está construindo na Cafeicultura. Nascida numa região produtora de Café, por influência do pai, há 12 anos adquiriu uma Fazenda sem um pé de Café plantado. Isso foi um grande desafio! Escolheu o nome Capoeira Coffee, pois pensava numa marca que seria global e destacaria nossa Brasilidade. No início, estava nas duas atividades, na Farmácia e iniciava a formação dos plantios, porém o varejo farmacêutico sinalizava para uma grande transformação e passou a estudar mais o Mercado de Café. Pesquisou, investiu arriscou e há 7 anos se dedica totalmente ao café. Participou de 2 feiras Internacionais. A Certificação foi peça chave para o crescimento da empresa e preparou a empresária para os processos de gestão trazendo um novo posicionamento com uso de boas partida agrícolas, ações sociais e ambientais, trazendo um ganho expressivo para o negócio. Hoje, Marisa tem orgulho de fazer parte deste time de Mulheres que estão escrevendo um novo capítulo na história da Cafeicultores Brasileira. Mulheres protagonistas de suas histórias.

Categoria MEI

Luciana Aparecida Batista Mina
Salão de Beleza Cantinho da Criança, Itajubá

Luciana Mina, tem 33 anos, casada e mãe de três filhos. Com segundo grau completo, sempre quis se formar em pedagogia para trabalhar com crianças, que é sua paixão. Mas pelos contratempos da vida não foi possível. Daí o seu empreendimento nasceu quando levou o filho mais velho pra cortar o cabelo, ele tinha um ano na época. Era seu primeiro corte. Mas o profissional que o atendeu não teve jeito nem paciência com ele. Além do meu filho ter chorado estressado ainda saiu com o cabelo todo mal cortado, experiência horrível . Foi então que decidiu ela mesma cortar o cabelo do filho. Não tinha experiência nem curso de cabeleireira, mas tinha uma vontade imensa de tornar esse momento importante no mais agradável possível. Conversava com amigas e vizinhas que diziam que passavam mensalmente pelo mesmo sofrimento. A partir daí resolveu se qualificar e fazer um curso de cabeleireira, pra aprender outros tipos de corte e técnicas corretas; pra montar um salão só pra crianças. Não conseguiu fazer nenhum empréstimo nos bancos pra Micro Empreendedor e sua tia a emprestou o dinheiro para investir no salão. Hoje ela tem o Salão de Beleza Infantil Cantinho da Criança todo decorado de acordo com as necessidades das crianças e consegue fazer um trabalho diferenciado e com qualidade.

(Por Cida Santana / Ascom Sebrae Minas)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.