Campanha arrecada dinheiro para trasladar corpo de mineiro que morreu na fronteira dos EUA

0

Familiares e amigos teófilo-otonense Lucas Batista Passos, de 30 anos, encontrado morto na fronteira entre México e o Estados Unidos, iniciaram campanha nas redes sociais com o objetivo de arrecadar $ 12.000,00 (doze mil dólares americanos) para pagar serviços funerários, exame de identificação e traslado do corpo para o Brasil.

As doações podem ser feitas no site padref.com/lucas-batista-passos. Até o início da noite desta quinta-feira (22/06/2017) foram arrecadados $ 435.

Um amigo de Lucas Batista Passos registrou o momento em que ele embarcava em ônibus da empresa Gontijo rumo a São Paulo, de onde partiu para o México (Foto: Reprodução/Facebook)

Travessia perigosa

Lucas tentava entrar ilegalmente nos EUA. No fim de março, ele viajou de São Paulo para o México e tinha como destino final a cidade norte-americana de Charlotte, no Estado da Carolina do Norte. A caminhada começou em Díaz Ordaz e incluía a perigosa travessia pelo Rio Bravo, onde apenas neste ano, outros dois mineiros foram encontrados mortos.

Segundo relatos, durante a madrugada, Lucas estava muito cansado e teria ficado para trás próximo ao município de La Grulla, no Texas. Na semana passada familiares confirmaram a morte do teófilo-otonense.

Outros casos

Lucas é o terceiro mineiro a perder a vida na fronteira México-EUA nos últimos 90 dias. No dia 5 de maio, Fabrício da Silva Santos, de 31 anos, foi encontrado morto no povoado de Valência, município de Díaz Ordaz, estado de Tamaulipas. Acredita-se que ele tenha se afogado no Rio Bravo. O corpo foi sepultado no dia 3 de junho em Guanhães.

Já no dia 10 de junho foi enterrado no município de Conselheiro Pena, no Leste de Minas, o corpo de Sidney da Silva, de 39 anos. Ele foi encontrado morto no dia 21 de maio, em Laredo (Texas), após cruzar a fronteira pelo México.

Lucas Batista Passos tinha 30 anos (Foto: Reprodução/Facebook)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Redação do Aconteceu no Vale)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.