Crise no Brasil e a saúde mental: Qual a relação? – Coluna Nilberto Antônio

0

Prezado leitor, hoje trataremos de um assunto que embora esteja em voga, há muito ainda que falar sobre. Abordaremos a crise politica que o Brasil enfrenta nos últimos tempos e os possíveis impactos disso sobre a saúde psíquica de todos nós brasileiros.

Você deve estar se perguntando qual a relação entre a crise politica e saúde psíquica. Pois bem, como você tem se sentindo diante de tantos escândalos no cenário politico dos últimos tempos? Como você se sente ante um cenário de muitas incertezas, politicas e econômicas, sem saber qual será o futuro da nação?

Esse cenário de incertezas, de insegurança provavelmente lhe deixa mais estressado, mais ansioso, inseguro, esses sentimentos impactam violentamente sobre sua saúde psíquica, pois o coloca em um estado de tensão constante e lhe obriga a dispensar enorme quantidade de energia psíquica para enfrentar as situações do dia a dia.

Além do mais, todo esse clima de hostilidade politica reflete na população em geral, percebe-se todos mais agitados, um sentimento negativo, talvez de ódio parece se alastras pela nação, como gás que se espalha, bastando uma pequena faísca para causar uma grande explosão. Explosão de ódio, de fúria.

Atrelado à crise politica tem-se a grave crise econômica que assola, sobretudo, a parcela mais carente da população brasileira, aumentando ainda mais a tensão, colocando todos os brasileiros em um estado de alerta, uma vez que, ao que parece, não se pode confiar em mais ninguém, até mesmo as instituições que seriam a esperança do país estão em partes corrompidas. Restando apenas o medo é o caos, pois não se sebe o que o futuro nos reserva.

Mas como se prevenir de tudo isso? Como preservar a saúde psíquica em meio a tantos agentes estressores? Como se manter psiquicamente saudável em meio a tantos escândalos e incertezas? Não existe uma resposta pronta ou uma formula mágica. Um dos caminhos possíveis é selecionar as informações que recebe, pois a todo o momento somos bombardeados por informações, muitas de fontes duvidosas e carregadas de sensacionalismo, feitas para impressionar, portanto causam maior impacto e comoção.

Outra estratégia possível é debater sobre os assuntos que lhe incomoda “debater de forma saudável, expor ideias e sentimentos com relação ao tema”, pois como já disse Freud, o Pai da Psicanálise, “O que não é falado, vira sintoma”. E sintoma é o sinal de algo que vai mal, e o sensor que indica que alguma coisa esta prestes a “pifar”.

Ademais, deve-se prestar muita atenção aos sintomas psíquicos, pois assim como a febre indica uma infecção, o excesso de ansiedade, agitação, nervosismo, insônia, sono em excesso, podem indicar que algo vai mal, sua saúde mental pode estar ameaçada. E não se pode ignorar jamais.

Por fim, como já foi dito anteriormente, admite-se que vivemos tempos incertos, de grandes angustias e ansiedades, não sabemos de nada, não sabemos os rumos que o país tomará, em meio a esse caos, precisamos manter a calma, e se ficar difícil demais suportar tudo sozinho procure um profissional, um psicólogo talvez, pois este é o profissional capaz lhe ajudar a enfrentar a vida com mais leveza e não se deixar abalar pelo mar de incertezas que se instaurou no país.

Nilberto Antônio

Nilberto Antônio Gonçalves, psicólogo clínico com ênfase em atendimento de crianças especiais. Trabalha com Orientação Profissional. Psicólogo do Projeto Responsabilidade na Infância e Adolescência – RIA do Centro Social Mali Martin. Atua voluntariamente na Associação Amar e Renascer – Aamar (Instituição para tratamento de dependentes químicos) de Itamarandiba.

Facebook: Nilberto Antônio
Instagram: @nilberto_antonio
E-mail: nilbertog@ymail.com ou nilbertoantonio@bol.com.br
Telefone: (38) 9 9139-6023

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.