Gafanhotos devoram plantações no Norte de Minas

0

O ataque de gafanhotos em São João do Pacuí, no Norte de Minas, gerou perdas nas lavouras da região, segundo a secretaria de Meio Ambiente e Agricultura. Uma análise da Emater aponta que as plantações de mandioca foram as que mais sofreram no município, junto com as plantações de cana, cerca de 50% afetadas.

“Em algumas propriedades este índice fica bem maior. Teve comunidades que tiveram as pastagens afetadas e isso gerou prejuízo de 53% na redução da produção de leite. Toda a produção fica prejudicada, pois haverá falta de reserva de alimentos para os bovinos em época de seca; e a mandioca, principal plantação aqui, também ficou prejudicada”, explica o técnico da Emater, Vagner Alves de Melo.

O problema, segundo o técnico da Emater, tem sido registrado em todo o Norte de Minas. Para o chefe do escritório seccional do Instituto Mineiro de Agropecuária em Coração de Jesus, Paulo Ferreira Santos, as características climáticas e vegetais da região favorecem a reprodução dos gafanhotos.

“Ele é nativo do cerrado. Então, é comum ele migrar em busca de alimentos em regiões próximas. O homem invadiu o espaço dele sem delimitar as áreas de preservação. O problema é que cada fêmea coloca até 60 ovos, isso aumenta ainda mais a preocupação para o ano que vem”.

A produtora rural Leane Duarte Costa Cardoso percebeu o início da infestação da praga em sua propriedade, em Claro dos Poções. Ela afirma que o combate logo no início foi fundamental para evitar proliferação do gafanhoto e ainda perdas na produção. “Eles atacaram a plantação de cana. Não infestaram, pois logo apliquei um herbicida. Aqui na região eles aparecem com frequência”, explica a produtora que também é engenheira agrônoma.

Como forma de prevenir os ataques da praga, o IMA e a Emater estão orientando os produtores em palestras nas cidades atacadas na região.

Praga foi registrada em vários municípios do Norte de Minas (Foto: Wagner Alves de Melo/Emater)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: G1 Grande Minas / Valdivan Veloso)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.