Caseiro é morto por dono de fazenda em Curvelo e corpo é jogado em cisterna, diz Polícia

0

Um desentendimento por causa de dois roubos seguidos de cabeças de gado na fazenda em que o caseiro Marcelo de Cássio Pinto Rodrigues, de 47 anos, trabalhava, em Curvelo, na região Central do Estado, foi o que motivou o ex-patrão dele a assassiná-lo com um tiro na cabeça.

A informação, passada à Polícia Civil pelo advogado do dono do sítio, de 54 anos, suspeito do crime, foi divulgada nesta quinta-feira (16), um dia após o corpo da vítima ter sido encontrado em uma cisterna, na zona rural.

Rodrigues estava desaparecido desde o último domingo (12), quando foi visto pela última vez pelo dono de outro sítio, onde ele havia começado a trabalhar recentemente. “O dono do sítio disse que Marcelo tinha saído de lá falando que ia na casa do ex-patrão cobrar umas dívidas trabalhistas, porque ele foi demitido e não teve os direitos pagos”, comentou o lavrador Rodrigo de Lima, de 52 anos, amigo da vítima.

Como Rodrigues não deu mais notícias desde então, o irmão dele registrou o desaparecimento na Polícia Civil. A procura terminou nessa quarta-feira (15), quando o advogado do suspeito foi até a corporação e disse que o cliente havia assumido o crime e que pretendia se entregar nos próximos dias.

Ao delegado Robert Carvalhaes Ley, o advogado disse que ex-patrão matou o caseiro com um tiro na cabeça, com ajuda de três comparsas.

Some após confissão

O corpo de Rocha foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros jogado em uma cisterna, próximo a uma carvoaria, na zona rural da cidade. O local foi indicado pelo advogado do suspeito. Contudo, desde a manhã desta quinta-feira (16), nem a Polícia Civil, nem o defensor do suspeito conseguem falar com ele, por isso, ele é considerado foragido.

Segundo a Polícia Civil, o ex-patrão havia denunciado, no mês passado, dois roubos seguidos de gados no sítio dele. Desde então, ele e a vítima discutiam muito sobre o crime, o que teria motivado a demissão e o assassinato do caseiro.

Corpo da vítima foi retirado pelos bombeiros (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: O Tempo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.