Rota aérea ligando BH a Almenara será inaugurada nesta sexta-feira

0

O Governo de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico (Codemig) e da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), iniciará nesta sexta-feira (10/03/2017) a implantação do Projeto de Integração Regional de Minas Gerais – Modal Aéreo (PIRMA) entre Almenara e Belo Horizonte. A partir de segunda-feira, (13/03) serão oferecidos voos, sem escalas, ligando o Aeroporto da Pampulha à cidade do Vale do Jequitinhonha.

O voo inaugural será realizado nesta sexta-feira e levará funcionários da empresa, e trará de volta, caso tenha passageiros, pessoas da capital para Almenara. O presidente da Codemig destacou a importância da aviação regional para o desenvolvimento de diversos territórios de Minas Gerais: “É uma iniciativa inédita do Governo do Estado para estimular negócios e dinamizar a economia dessas regiões. O transporte aéreo é sempre um fator de transformação”, salientou Castello Branco.

As vendas dos vouchers de voo são feitas pelo site www.voeminasgerais.com.br. As viagens são oferecidas em aviões de pequeno porte, modelo Cessna Grand Caravan 208 B, homologados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para o transporte de até nove passageiros. A companhia aérea que presta o serviço é a Two Táxi Aéreo, vencedora da licitação realizada pela Codemig.

O uso de aeronaves de pequeno porte para o transporte de passageiros e cargas é usual na região Norte do Brasil. Em Minas Gerais, a Codemig está investindo no empreendimento para estimular a cultura da aviação regional, com potencial para se tornar uma operação sustentável, capaz de fomentar o turismo e os negócios em todas as regiões do estado.

PIRMA e Aviação

O Projeto de Integração Regional de Minas Gerais – Modal Aéreo busca fomentar os negócios regionais, desenvolver o turismo e facilitar o deslocamento de moradores do interior a Belo Horizonte, permitindo que tenham acesso rápido a eventos e serviços disponíveis na capital. Para Minas Gerais, que possui uma área total de quase 600 mil quilômetros quadrados, o investimento na regionalização por meio do transporte aéreo é estratégico contribui para a redução das desigualdades nos 17 territórios de desenvolvimento definidos pelo Governo do Estado.

Segundo informações da ANAC, Minas Gerais conta atualmente com 121 aeródromos privados e 86 públicos. A administração, manutenção e exploração dos aeródromos públicos são atribuições da União. A Setop vem trabalhando em processos de delegação União – Estado, possibilitando investimentos do Governo estadual em reformas, melhorias e posterior delegação aos municípios ou empresas, para operação e manutenção.

Valores divulgados no site da empresa aérea (Divulgação)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Via Diário do Jequi)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.