Violência doméstica e familiar diminui em Minas Gerais

0

Dados da Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais (Sesp) aponta que, de 2015 para 2016, o número de casos de violência doméstica e familiar teve queda no estado. No ano passado, em todo o território mineiro, foram registradas 2.681 ocorrências a menos do que no ano anterior, o que representa uma queda de 2,08%. Já na capital, a redução foi de 1,74%. Em 2016, há registros de 14.960 casos, contra 15.224 em 2015.

A publicação do levantamento busca dar visibilidade a estes casos na semana do Dia Internacional da Mulher, lembrado hoje (8). A Sesp disponibilizou informações de todas as 853 cidades mineiras e contabiliza todos os crimes de violência física, psicológica, patrimonial, moral e sexual sofridos pelas mulheres, conforme as tipificações definidas na Lei Maria da Penha.

A maior queda em Belo Horizonte foi notada nas ocorrências de violência sexual que envolvem estupro, estupro de vulnerável, assédio e importunação ofensiva ao pudor. Foram 211 registros em 2016 e 260 em 2015, uma redução de 18,85%.

Segundo o diagnóstico, em todas as regiões do estado, a violência física é o tipo de agressão mais sofrida pelas mulheres. Ela inclui crimes como lesão corporal, homicídio e tortura.

O estudo registra ainda que em 38% dos casos, os agressores são cônjuges ou companheiros e, em 31%, ex-cônjuges ou ex-companheiros. O levantamento está disponível no site da Sesp.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Agência Brasil)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.