SP confirma quatro mortes por febre amarela de pessoas que visitaram Minas

0
Semana do Empreendedorismo Sebrae Nanuque

O número de mortes por febre amarela em São Paulo subiu para seis. Do total, quatro óbitos são de pessoas que começaram a sentir os sintomas da doença depois de visitar Minas Gerais. Os dados foram apresentados na tarde desta segunda-feira (30/1/2017) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/SP). O assunto foi discutido durante reunião de prefeitos paulistas.

De acordo com os dados da Secretaria de Saúde, das quatro mortes de pessoas que visitaram Minas Gerais uma aconteceu em Santa do Parnaíba, outra em Paulínia e duas na capital paulista. Os outros dois mortos tiveram infecção confirmada dentro do estado. Os pacientes morreram em Batatais e Américo Brasiliense.

Ainda estão sendo investigados 17 casos que pessoas com suspeita da doença. Dessas, quatro são do interior de São Paulo. O restante são de Minas Gerais, Pará e Amazonas. Em 2016 foram confirmadas duas mortes pela doença: uma em abril, no município de Bady Bassitt, cujo local provável de infecção foi na chamada “Mata dos Macacos”, no município de São José do Rio Preto; e outra em Ribeirão Preto, também em área próxima à mata.

Outra preocupação é com a morte de macacos. Desde o ano passado, segundo a Secretaria de Saúde, foram confirmadas 24 epizootias, situação de adoecimento ou óbito de primatas com suspeita de febre amarela. Ao todo, 31 primatas morreram nas regiões de Ribeirão Preto, Barretos, Franca e São José do Rio Preto.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: Estado de Minas)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.