Parques do Rio Doce e da Serra do Brigadeiro ficarão temporariamente fechados por causa da febre amarela

0

O Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos comunica que, atendendo a uma solicitação da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, devido à situação de emergência em saúde pública decretada na sexta-feira (13/01/2017) pelo governador Fernando Pimentel, em publicação no diário oficial Minas Gerais, determinou o fechamento temporário dos Parques Estaduais do Rio Doce, área localizada entre os municípios de Timóteo, Marliéria e Dionísio, e da Serra do Brigadeiro, localizado nas regiões de Araponga, Fervedouro, Miradouro, Ervália, Sericita, Pedra Bonita, Muriaé e Divino. As Unidades de Conservação retomarão suas atividades normais tão logo a situação seja devidamente contornada na região.

As UCs são as principais a receber visitação pública da região diretamente afetada pelo surto de Febre Amarela que se acomete sobre o Estado. A intenção do Sisema é, dessa forma, preservar visitantes e funcionários de um possível contato com o vírus, que é transmitido pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes em ambiente silvestre e, em ambiente urbano, pelo Aedes aegyptii.

Na última sexta-feira (13/01) foi criada pelo Governo de Minas Gerais uma Sala de Situação para controle e monitoramento dos casos de febre amarela, bem como para agilizar ações de prevenção e combate à doença. Para mais informações sobre a Febre Amarela, acesse o hotsite (www.saude.mg.gov.br/febreamarela) da Secretaria de Estado da Saúde.

Parque do Rio Doce foi fechado temporariamente (Divulgação)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: IEF)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.