Home / Esportes / Cristiano Ronaldo ganha prêmio de melhor jogador do ano da Fifa

Cristiano Ronaldo ganha prêmio de melhor jogador do ano da Fifa

Cristiano Ronaldo foi eleito melhor jogador de futebol do mundo pela quarta vez. O atleta do Real Madrid faturou o prêmio “The Best”, dado pela Fifa, em cerimônia realizada hoje (9/1/2017), em Zurique, na Suíça. Esse é mais um capítulo do duelo entre o argentino Lionel Messi e o português pelo título de melhor do mundo. Além de Ronaldo, os outros dois finalistas foram Messi, do Barcelona, e o francês Antoine Griezmann, do Atlético de Madrid.

“Estou muito feliz. Queria agradecer, em primeiro lugar, aos meus companheiros, da seleção [portuguesa] e do Real Madrid, e à minha família. Gostaria de dizer que 2016 foi o melhor ano da minha carreira. Depois do que eu ganhei na seleção e no meu clube, não tinha dúvidas de que poderia ganhar [o prêmio hoje]”, disse o português.

Ronaldo teve, de fato, um 2016 marcante. Ganhou a Eurocopa – o torneio de seleções mais importante do continente – com o time de Portugal e, com o Real Madrid, faturou a Champions League e o Mundial Interclubes.

Cristiano Ronaldo faturou o “The Best” (ENNIO LEANZA/EPA/LUSA/Reprodução Agência Brasil)

A rivalidade entre Ronaldo e Messi na disputa do prêmio de melhor jogador de futebol completou dez anos. Desde 2007 os dois brigam pela honraria, com exceção de 2010, quando o português não ficou entre os três mais votados. A partir daí, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo passaram a se revezar na preferência mundial.

A cerimônia de premiação deste ano foi marcada pela ausência dos jogadores do Barcelona. O clube não liberou os atletas para acompanhar a premiação. O clube justificou dizendo que o time está concentrado para a partida contra o Athletic Bilbao, pela Copa do Rei. A própria ausência de Messi na premiação deu pistas de que o português venceria desta vez.

Em seu discurso de agradecimento, Cristiano Ronaldo fez referência à ausência dos colegas de profissão. “Gostaria que o Messi estivesse aqui, bem como os demais jogadores do Barcelona, mas eu entendo”.

É o primeiro ano de entrega do prêmio “The Best”. Antes, a Fifa dava o prêmio, chamado “Bola de Ouro”, ao melhor do mundo em parceria com a revista France Football. A parceria terminou ano passado e a Fifa criou o troféu “The Best” para o jogador mais votado entre capitães e treinadores das seleções nacionais filiadas à entidade, jornalistas e o público.

Homenagem à Chapecoense

A cerimônia dedicou alguns minutos para lembrar a tragédia com o time da Chapecoense. Imagens foram exibidas lembrando as homenagens feitas aos mortos na queda do avião que levava o time à Colômbia para a primeira partida da final da Copa Sul-americana.

O presidente do Clube Atlético Nacional, time colombiano que enfrentaria a Chape na decisão do torneio, recebeu o prêmio Fair Play da Fifa. Após o acidente, o clube colombiano abriu mão do título e a Chape foi declarada campeã. Além disso, o time organizou uma homenagem em seu estádio na data e hora marcadas para a partida final ocorrer. A homenagem emocionou o mundo e os brasileiros, que agradeceram ao carinho dos colombianos.

Falcão ganha prêmio pela “carreira excepcional

O jogador de futsal Falcão ganhou um prêmio em homenagem à sua carreira nas quadras. O prêmio, chamado de “outstandig career”, (ou “carreira excepcional”, em tradução livre), coroa o brasileiro por seus feitos no esporte. Emocionado, Falcão disse que tudo que fez valeu a pena.

“Quando passamos dos 30 a gente nunca acha que pode mais. Estou com 39 e tudo que fiz na minha carreira valeu a pena. Entrei aqui com o respeito de jogadores e ex-jogadores, tudo aos olhos dos meus filhos. Posso olhar para trás e ter certeza que tudo valeu a pena”, disse o atleta. Falcão também lembrou a tragédia com o time da Chapecoense e agradeceu a solidariedade dos colombianos.

Norte-americana leva prêmio de melhor do mundo

Pela segunda vez seguida, a norte-americana Carli Lloyd venceu o prêmio de melhor jogadora de 2016. Ela superou a brasileira Marta e a alemã Melanie Behringer. “Honestamente eu não esperava por isto. Eu não estaria de pé aqui se não fosse pela ajuda das minhas colegas de time, equipe de treino e apoio”.

Malaio leva prêmio de gol mais bonito

Mohd Faiz Subri, da Malásia, foi o vencedor do prêmio Puskás de gol mais bonito do ano. O jogador Penang FA foi premiado por um gol de falta que fez no campeonato de seu país. A trajetória imprevisível da bola pegou todos de surpresa e o levou ao palco em Zurique. Nervoso, Faiz Subri procurou em seu telefone celular o discurso de agradecimento, sob olhares dos melhores jogadores do mundo.

Ele leu seu discurso, agradecendo a seus colegas de time e familiares. “Nunca passou pela minha cabeça que eu poderia chegar a este nível e ficar de pé entre os melhores jogadores de futebol nesse lugar incrível. Obrigado a meus técnicos, colegas de time, família e torcedores”. O malaio superou o brasileiro Marlone, do Corinthians, e a venezuelana Daniuska Rodrigues, também indicados na categoria.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Fonte: Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>