Oito pessoas morrem em dois engavetamentos na BR-381, em Minas Gerais

0

Oito pessoas morreram na tarde desta quarta-feira (14/12/2016) em dois engavetamentos com diversos veículos que aconteceram com pouco mais de dois quilômetros de diferença um do outro na BR-381, na altura de Oliveira, na região Centro-Oeste de Minas Gerais. Uma chuva forte caía na cidade no início da manhã e a pista molhada teria provocado a saída de pista de um Gol, que bateu na mureta de proteção e retornou para o meio da rodovia.

O motorista não sofreu ferimentos, mas a batida provocou um congestionamento. Entre os carros parados estava o dirigido por Vanute dos Santos Ferreira, 26. Ele era acompanhado pela esposa Ana Paula Neves Santos, 32, o filho pequeno e a amiga Genicleide Feitoz dos Santos. Eles viajavam de ferias para cidade de São Bento do Una (PE).

Um caminhão não viu o congestionamento e prensou o Uno em que eles estavam em outro caminhão. O casal e o filho morreram na hora. A amiga chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital de Oliveira. A batida envolveu outros quatros carros e deixou duas pessoas gravemente feridas, entre elas o condutor do caminhão.

Acidentes aconteceram na BR-381, em Oliveira (Foto: Sérgio Henrique Dinis/Rádio Nossa FM)

Menos de meia hora depois e distante dois quilômetros da primeira batida, João Barreto da Silva, 37, sua mulher Ilda Fernandes da Silva, 34, a filha Luisa Fernandes Barreto, 12 e o filho João Barreto da Silva, 7, também iam para Pernambuco, na cidade Vertente de Lelis, e traziam no carro caixas de isopor com frutas e mantimentos para suportar as mais de 30 horas de viagem.

Praticamente de forma idêntica ao primeiro acidente, um caminhoneiro viu tarde o trânsito parado e prensou o carro da família contra uma carreta. Todos morreram na hora.

O motorista do caminhão que provocou a batida, Josivaldo Silva Santos, 41, contou que não estava em alta velocidade e que não teve como ver o engarrafamento porque estava numa subida, sem visibilidade do restante da via. “Quando cheguei no topo da subida e vi que estava tudo parado. Tentei frear de todas as formas, por fim tentei jogar o caminhão para fora da rodovia, mas não deu pra evitar a batida”, contou o motorista muito abalado e ainda em estado de choque. Ele contou que chovia bastante na hora do acidente e que havia muita neblina.

O inspetor da Policia Rodoviária Federal, Almir Jose, ressaltou que a chuva pode ter sido a causa principal dessa série de acidentes que terminou com a morte de oito pessoas.

O motorista que bateu na traseira do carro em que eles estavam falou como foi o acidente. “Estava chovendo muito e com neblina. Como estava em uma subida, não tinha visão do outro lado da pista. Quando terminei de subir que vi o congestionamento. Eu pisei no freio, tentei jogar o caminhão para o acostamento, mas não deu pra desviar. Não estava correndo, porque estava chovendo e seguia na faixa da direita”, contou o motorista ainda em estado de choque e muito abalado.

Sob chuva

O inspetor da Polícia Federal Almir José atendeu a ocorrência do primeiro acidente e conta que chovia muito na hora da batida. “O primeiro acidente foi com um Gol que saiu da pista, bateu no canteiro central e voltou para o meio da rodovia. Ai se formou o primeiro congestionamento. Em seguida, um caminhão bateu nos veículos que estavam parados. Um pouco mais tarde veio o segundo acidente. Uma saída de pista provavelmente provocada pela chuva. Serve de alerta para os motoristas redobrarem a atenção na chuva e reduzir a velocidade”.

Acidentes aconteceram na BR-381, em Oliveira (Foto: Sérgio Henrique Dinis/Rádio Nossa FM)

Acidentes aconteceram na BR-381, em Oliveira (Foto: Sérgio Henrique Dinis/Rádio Nossa FM)

Acidentes aconteceram na BR-381, em Oliveira (Foto: Sérgio Henrique Dinis/Rádio Nossa FM)

Acidentes aconteceram na BR-381, em Oliveira (Foto: Sérgio Henrique Dinis/Rádio Nossa FM)

(Fonte: O Tempo/José Vitor Camilo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.