Home / Leste de Minas / Cemig trabalha na reconstrução de torres no Vale do Rio Doce

Cemig trabalha na reconstrução de torres no Vale do Rio Doce

A Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig informa que desde a noite de domingo (4/12/2016) está mobilizada para restabelecer a energia das cidades afetadas no Leste de Minas e na reconstrução das torres da linha de distribuição que ligam a subestação Governador Valadares as subestações Mantena e Central de Minas, derrubadas por fortes rajadas de ventos na noite do último dia 4. A Empresa disponibilizou e enviou nove geradores de energia de várias partes do Estado para abastecer os serviços essenciais nas cidades afetadas e está instalando, neste momento, três torres provisórias para restabelecer o serviço.

“Hospitais, postos de saúde, delegacias de polícia, corpo de bombeiro e centros de captação e tratamento de água são clientes essenciais, por isso buscamos deslocar as unidades móveis com rapidez, para minimizar o impacto na região. Nossas equipes estão trabalhando ininterruptamente desde os primeiros momentos da ocorrência para restabelecer o fornecimento de energia o mais rápido possível”, destaca o gerente de manutenção e serviços da Cemig em Governador Valadares, Jó Braz Mariano.

Torres de linha de distribuição caem no Leste de Minas (Fonte: CEMIG/Divulgação)

Cerca de 100 profissionais da Cemig – entre técnicos e engenheiros – estão envolvidos no atendimento da ocorrência. Três torres provisórias estão sendo instaladas para que a linha possa ser religada até que as torres definitivas sejam reconstruídas. “Essas torres provisórias vão garantir o restabelecimento da energia na região. As bases para a estruturas já foram feitas e a Cemig acionou equipes de todas as regiões do Estado para o atendimento dessa ocorrência”, destacou.

O gerente da Cemig destaca que o local em que as torres foram derrubadas é de difícil acesso, a região está com área alagadiça e o clima continua instável. Jó Braz Mariano informa, ainda, que as equipes enfrentam dificuldades adicionais na reconstrução das torres e os novos equipamentos estão sendo instalados com apoio de um helicóptero.

“Com relação à logística, a Cemig precisou até mesmo da ajuda de aeronaves para transportar equipamentos, materiais e profissionais da Empresa. Além disso, tratores e quadriciclos estão sendo utilizados para abrir acesso e ajudar na limpeza da área. Apesar das adversidades, todos estão trabalhando para restabelecer o sistema o mais breve possível”, ressaltou Jó Braz Mariano.

Local de difícil acesso dificulta trabalho da Cemig:



As cidades afetadas pela queda das torres são:

- São Félix de Minas (previsão de restabelecimento total ainda na noite de hoje)

- Central de Minas

- Nova Belém

- São João do Manteninha

- Mantena (parcialmente normalizada)

- Itabirinha (parcialmente normalizada)

- Mendes Pimentel (90% normalizada)

- Divino das Laranjeiras (100% energizada)

- São Geraldo do Baixio (100% normalizado)

Cemig liga Unidades de Geração e Transmissão Móveis (Fonte: CEMIG/Divulgação)

Cemig liga Unidades de Geração e Transmissão Móveis (Fonte: CEMIG/Divulgação)

(Ascom Cemig)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>