América perde para o Santa Cruz em Recife

0

A empolgação americana após os bons resultados contra Atlético-PR e São Paulo não foi suficiente para que o Coelho saísse com a vitória no duelo dos candidatos à lanterna do Brasileirão. Dominado em boa parte dos 90 minutos, o América não aproveitou as poucas chances que teve e amargou mais uma derrota fora de seus domínios. Com gol do lateral-direito Léo Moura, o Santa Cruz bateu o América por 1×0 no Arruda e interrompeu a boa sequência dos comandados de Enderson Moreira.

O resultado negativo colocou o América novamente na última colocação do Campeonato Brasileiro, com 27 pontos, mesma pontuação do Santa, que ultrapassou o Coelho devido ao melhor saldo de gols. A derrota do Internacional por 1×0 diante do líder Palmeiras favoreceu o Coelho, que ainda deve torcer para um tropeço do Coritiba diante do Atlético para permanecer com chances de remotas de se assegurar na elite do futebol brasileiro.

Na próxima rodada, o Coelho recebe o Flamengo no Independência e busca a terceira vitória consecutiva jogando em seus domínios. Já o Santa viaja ao Sul para encarar o Coritiba, no Couto Pereira.

América foi derrotado no Estádio do Arruda, em Recife (Foto: Reprodução/Premiere)

O jogo

O Santa Cruz comandou as ações desde o início da partida e deixou o Coelho retraído no campo de defesa. Perdeu uma chance com Derley, aos 4 minutos. Perdeu um contra-ataque, aos 23, quando Grafite errou no passe. Aliás, o centroavante foi o ponto negativo no setor ofensivo.

Na terceira chance mais clara de marcar, o time coral acertou. Aos 32, Roberto cruzou na cabeça de Léo Moura, que assinalou seu segundo gol seguido de cabeça na Série A. A mudança no placar foi a premiação da equipe que soube, principalmente, anular as ações do rival. Postado no 4-1-4-1 sem a bola, o Tricolor não deixou o adversário jogar.

Já na etapa final, a vantagem fez o Santa Cruz tentar segurar o jogo. O Tricolor chamou o América para o seu campo e tentou explorar os contra-ataques. Nessa tática, João Paulo perdeu uma grande chance ainda aos seis minutos. Mas, nesse cenário, o perigo também passou a rondar a meta de Tiago Cardoso.

Aos 18, por exemplo, Michael voltou a perder uma boa chance ao cabecear para fora sozinho. Depois, o jogo voltou a agonizar com o baixo nível técnico. Ao Santa Cruz, contudo, ainda houve a reclamação de um pênalti não marcado após a bola encontrar a mão de Leandro Guerreiro.

(Fonte: Super Esportes)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.