Cruzeiro goleia o Fluminense no Mineirão

0
Semana do Empreendedorismo Sebrae Nanuque

Ao longo da semana, o discurso do elenco do Cruzeiro era de que o torcedor que comparecesse ao jogo contra o Fluminense, no Mineirão, seria recompensado. Quem esteve no Gigante da Pampulha na tarde deste domingo (06/11/2016) viu uma chuva de gols e com certeza foi embora para casa feliz. Sobretudo pelo fato de atletas do setor ofensivo terem quebrados longos jejuns. Rafael Sobis, Willian e Alisson, que não balançavam a rede há muito tempo, voltaram a comemorar e melhoraram suas marcas pessoais. Arrascaeta também deixou o dele. O gol de Richarlison, do Flu, chegou a assustar, pois foi o primeiro da partida. Mas a Raposa conseguiu a reação, goleou o adversário por 4 a 1 e chegou a 44 pontos (12ª posição), número que encaminha a permanência na elite do Campeonato Brasileiro. A quatro rodadas do fim da Série A, a seis de vantagem sobre o 17º colocado Internacional.

O próximo objetivo do Cruzeiro é garantir a permanência matemática na Primeira Divisão. Isso só será possível no dia 16 de novembro (quarta-feira), às 21h45, quando a equipe pegará o Sport na Ilha do Retiro, pela 35ª rodada.

Já o Fluminense, cada vez mais distante do sonho da Copa Libertadores, encerrou a 34ª rodada em nono lugar, com 48 pontos. No dia 15 (terça-feira), às 17h, o Tricolor das Laranjeiras receberá o Atlético-PR, no Maracanã.

Cruzeiro goleou o Fluminense no Mineirão (Foto: Washington Alves/Lightpress/Cruzeiro)

O jogo

Com apenas duas mudanças em relação ao empate sem gols com o Grêmio, pela Copa do Brasil – Bryan e Rafael Sobis nos lugares de Edimar e Robinho –, o Cruzeiro levou susto nos primeiros minutos de jogo. Cícero, aos 5min, arriscou de longa distância e exigiu grande defesa de Rafael. Aos 9min, Henrique errou passe no meio-campo, Scarpa recuperou a bola e tocou para Richarlison. O ex-camisa 9 do América se livrou de dois adversários e abriu o placar no Mineirão: 1 a 0. Pouco depois, o jovem de 19 anos ainda teve outra grande oportunidade, mas bateu cruzado em direção à linha de fundo.

Somente a partir dos 20 minutos é que o Cruzeiro se encontrou no jogo e passou a ocupar o campo de ataque. Ao se acertar, a Raposa empatou aos 25min. Numa triangulação entre Willian e Henrique, o camisa 9 escorou para Rafael Sobis, que bateu bonito com o pé esquerdo: 1 a 1. Foi o quarto gol de Sobis, que não marcava desde o dia 4 de agosto – há pouco mais de três meses –, na vitória por 4 a 2 sobre o Internacional, no Independência, pela 18ª rodada do Brasileiro.

A situação do Flu ficou pior no momento em que Levir Culpi precisou substituir Richarlison, machucado, por Magno Alves. O Cruzeiro deixou de ser incomodado na defesa e mostrou confiança para buscar a virada. Que veio num lance fortuito, aos 45min. Num cruzamento esquisito de Alisson, Willian se atirou em direção à redonda e conseguiu o desvio de cabeça. A bola bateu na trave antes de entrar: 2 a 1. O Bigode estava sem balançar a rede desde 24 de julho – derrota por 2 a 1 para o Sport, no Mineirão, pela 15ª rodada.

O terceiro gol cruzeirense veio já no segundo tempo. Com apenas 48 segundos, Arrascaeta roubou a bola de Edson, avançou à intermediária do Fluminense e bateu de fora da área, no canto direito de Júlio César: 3 a 1. Aos 5min, o uruguaio voltou a participar, dessa vez como garçom. O passe açucarado em direção à grande área encontrou Alisson em ótimas condições para chutar a gol. Depois de quatro meses, o camisa 11 deixou sua marca no Mineirão: 4 a 1. Nos acréscimos, o Flu diminuiu em bola dividida entre Magno Alves e Ramón Ábila: 4 a 2.

Cruzeiro goleou o Fluminense no Mineirão (Foto: Washington Alves/Lightpress/Cruzeiro)

(Fonte: Super Esportes/Rafael Arruda)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.